Olhares Podcast feminista que tem como escopo desconstruir a visão do mundo sobre as mulheres e atribuir novos olhares. Engajar-se com o feminismo é perceber diferenças onde não deveriam existir e lutar para estas não se perpetuem. Os episódios são quinzenais. Só de ouvir, dá pra ver que é diferente! http://olharespodcast.com.br.

July 17, 2018  

Está começando o Cadê as Feministas na Copa, onde nossas apresentadoras batem um bolão nessa dura partida contra o machismo.

 

Aquecimento - Narra quem sabe!

Cobertura - Fotógrafa e Repórter Iranianas

Torcida - Mulheres do Irã vão aos estádios pela primeira vez

 

Primeiro tempo - Assédio de Brasileiros à Mulher Russa

Cartão Amarelo - Autoridades russas irão punir o assédio

Impedimento - ONU condena práticas de assédio na Russia

Olha o escanteio - Assédio às repórteres (#deixaelatrabalhar)

Acaba o primeiro tempo - Olha a Torcida #RainbowCup

 

Segundo Tempo - Argentinos também assediam

Prorrogação - Ultranacionalistas russos ofendem e ameaçam mulheres

 

Balanço final

- Fare Network registra 45 casos de sexismo e assédio

- FIFA aplica R$ 2,6 milhões em multas, mas também passa pano

- E ainda teve macho passando vergonha.

 

Encerramento da copa

- Pussy Riot e seu manifesto político

 

Créditos:
Narração: Aline Hack e Louise Arruda
Pesquisa e Pauta: Nayara Machado, Ligia Lila e Fabris Martins.
Edição: Marcondes Saraiva.

 

Saiba mais sobre o Olhares em: olharespodcast.com.br

00:0000:00
July 1, 2018  

Em junho tivemos lançamento de mandato coletivo feminino em São Paulo, aprovação do aborto seguro na Câmara Argentina e a primeira mulher latino-americana eleita para a presidência da assembleia geral da ONU. Mas como nem tudo são flores, esterilização compulsória, manterrupting no Roda Viva e mais retrocessos no judiciário também marcaram os debates este mês.

 

Mulheres e Política

Interrupções de Manuela D'Ávila e Roda Vida

Sete Mulheres pré-lançam o Mandato Coletivo Feminino para Deputada Estadual de São Paulo

Decreto transfere Secretaria de Política para Mulheres para o Ministério dos Direitos Humanos

 

Violência

Atlas da Violência 2018 

Importunação sexual pode passar a ser crime previsto no Código Penal

 

Mulheres e Direitos Sexuais e Reprodutivos

Do pronto-socorro ao sistema penal e o Mapa Colaborativo da Criminalização por Aborto

Esterilização Compulsória 

Laqueadura sem autorização no DF

Câmara aprova licença-paternidade para avós 

A cada três dias, uma mulher vai à Justiça para entregar bebê a adoção

Aborto seguro na Argentina

 

Retrocesso do Judiciário

Promotor tenta anular casamento civil de mulheres lésbicas e outros casais homossexuais

Direito de Travestis cumprirem pena em prisão feminina

Atendimento humanizado ao público LGBTQ+ no Departamento de Segurança Pública

 

Mulheres no Mundo

Presidenta latino-americana na ONU

Prêmio para a primeira professora com síndrome de Down do Brasil

Mulheres sauditas ganham direito de dirigir

Mais mulheres diplomatas para o Brasil

 

#mulherespodcasters -  Pretas na Rede

Matéria Citada - Em 10 anos, assassinatos de mulheres negras aumentaram 15,4%

 

Episódios do Olhares e outros podcasts citados nessa edição

Episódio #04 - Violência de gênero. Sim, você já passou por isso

Episódio #15 - Visibilidade lésbica e bissexual

Episódio #16 - Identidade e Transexualidade

HQ da Vida - Htreta #03: Caso Adrieli e Anelise

00:0000:00
June 16, 2018  

Quando falamos sobre ditadura pouco se fala sobre o protagonismo feminino nesta época. Coincidente ao surgimento do feminismo no restante do mundo ocorrido na década de 70, os movimentos das mulheres brasileiras se inseriram em um período sensível da história. Neste episódio, pontuamos a participação política das mulheres nas linhas de frente pela e contra a ditadura, que nos dias atuais, têm suma importância, pois sua participação culminou no ponto de partida para a construção de perspectivas de igualdade de direitos que buscamos até os dias de hoje.

TW/ Alerta de Gatilho - Este episódio contém relatos sobre violências cometidas durante a ditadura. Os minutos 16 a 36 não são recomendados para pessoas que possuem sensibilidade com temas que se relacionam com violências sexuais e físicas praticadas contra mulheres. Não recomendamos também que esse episódio seja ouvido por menores de 16 anos.

Nossas convidadas

Lahis Rosa - Advogada, integrante do projeto de pesquisa empírica em desenvolvimento sobre a democratização do Poder judiciário a partir de 1988. Mestranda em Direito, Estado e Constituição, é membra do Integrante do Grupo de pesquisa "Justiça de transição" do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade de Brasília (PPGD/UNB).
Viviane Fecher - Advogada, mestra em Direitos Humanos e Cidadania, atua com assessoria/consultoria em direitos humanos na administração pública federal e Ministério Público Federal. Integrou a Comissão de Anistia do Ministério da Justiça, onde coordenou a gestão dos processos de reparação de perseguidos políticos.
Analu Dores Fernandes - Jornalista, doutoranda e mestra em Ciências Sociais pela Universidade de Brasília (UnB) e especialista nas áreas de Bioética (UnB) e Ciência Política (UnB). Foi analista de pesquisa na Comissão Nacional Da Verdade (CNV).

 

Caleidoscópio e links citados no episódio

 

Saiba mais sobre o Olheres em: olharespodcast.com.br

 

Música utilizada na abertura do Episódio:
I dunno by grapes (c) copyright 2008 Licensed under a Creative Commons Attribution (3.0) license.
http://dig.ccmixter.org/files/grapes/16626 Ft: J Lang, Morusque

00:0000:00
June 5, 2018  

Esse episódio é um especial com os melhores momentos das falas da Unimídia 2018, que nossa host, representando o Olhares, Ira Croft (Ponto G e Mundo Freak) e Juliana Wallawer (Mamilos) construíram no dia destinado para falar sobre Rádio 2.0.

Nesta palestra, ocorrida na UNICAMP, falamos um pouco sobre a importância do feminismo, ativismo digital e representação social nos podcasts.

 

Saiba mais sobre o Olhares Podcast em: olharespodcast.com.br

00:0000:00
June 2, 2018  

Na política, na arte, no esporte, na luta pelo direito à terra. No cadê as feministas de maio falamos sobre a presença das mulheres nos diferentes espaços de poder, mas também mostramos o quanto ainda é difícil avançar, quando a política e a justiça ainda estão tão permeadas pelo machismo tóxico de cada dia

 

Links das notícias citadas

Justiça para Lola Aronovich

Identidades trans e travesti

Marvia Malik, a primeira âncora transgênero do Paquistão

Sistema prisional feminino e taxas de suicídio entre mulheres

Prisão domiciliar para mulheres

 O amargo sabor de ser uma candidata-laranja

 Mulheres e disputa de eleições nos EUA em 2018

Marielle Franco, presente!

Dados sobre a investigação:  caso Marielle e Anderson

Cancelamento do Prêmio Nobel de Literatura

Estrelas do Festival de Cannes protestam por igualdade salarial 

Anúncio Spotify de remoção do cantor R. Kelly

Incra viola direitos de quilombolas

Mandante do assassinato da missionária Dorothy Stang é solto

Fala do Papa Francisco a homossexual 

Terry Crews sobre masculinidade tóxica

 

 #mulherespodcasters -  Conexão Feminista

Noticia citada - Referendo na Irlanda e #repealthe8th

 

 Episódios do Olhares citados nessa edição

Episódio #10 - Mulheres no sistema prisional

Episódio #20 - Masculinidades

Episódio #21 - Mulheres Quilombolas

Episódio #22 - Feminismo e a educação em movimento

Episódio Cadê as Feministas Especial: Somos todas Marielle

 

Saiba mais em: olharespodcast.com.br

00:0000:00
May 16, 2018  

Neste episódio tentamos buscar o modo como as mães são vistas pela sociedade e como é possível (des)construir conceitos para formar pessoas mais participativas e humanas através da parentalidade positiva.

Nossas convidadas:

Ana Emilia Cardoso - escritora, autora dos livros Mamãe é Rock e Mamãe é Punk, faz parte do projeto Bonne Chance e da Start Up Canal Bloom

Luanda Barros Fonseca - educadora parental, autora do site No Drama Mom, também já foi idealizadora do projeto Manas e Mamas.

 

Caleidoscópio

Filmes Renascimento no Parto (filme 1 e filme 2)

Filme Capitão Fantástico

Episódio do podcast HQ da Vida sobre mães

Livros da Ana Cardoso - Mamãe é Rock e Mamãe é Punk

Instagram da Lua Fonseca e o curso de parentalidade positiva (sempre divulgados no instagram)

 

Outros links citados no episódio

Vídeos Julieta Jerusalinsky 

Intoxicações eletrônicas na primeira infância | Julieta Jerusalinsky

Melancolia na infância | Julieta Jerusalinsky

Podcast Talvez Seja Isso sobre o livro Mulheres que correm com lobos

 

Veja mais em: olharespodcast.com.br

00:0000:00
May 1, 2018  

Em abril, a seleção feminina de futebol conquistou o heptacampeonato da Copa América para o Brasil, mas adivinhe? Nenhum canal de televisão transmitiu. Enquanto isso, no Palácio do Planalto, parte da verba destinada a políticas de combate à violência contra a mulher era desviada para a secretaria de comunicação da presidência.

 

CONQUISTAS

Brasil conquista heptacampeonato da Copa América de futebol feminino

Moda e representatividade

Eleitores transgêneros e travestis poderão usar nome social

 

MULHERES E POLÍTICAS

Brasil, a lanterna no ranking de participação de mulheres na política

Mulheres nas prefeituras do Brasil

Governo da Costa Rica tem novo gabinete formado, em sua maioria, por mulheres

Governo Brasileiro passa dinheiro de combate à violência contra a mulher para a Secom

 

MULHERES E MERCADO DE TRABALHO

Projeto #EqualPayDay 

Islândia torna ilegal diferença de salários entre homens e mulheres

91% das brasileiras fazem tarefas domésticas contra 76% dos homens

Comissão do Senado aprova licença-maternidade de 180 dias

Link Citado pela Louise (Carga Mental)

 

VIOLÊNCIA DE GÊNERO

Cinco dos acusados pela morte da travesti Dandara são condenados

INCEL - Atentado Toronto , Aqui também

Publicitários usam fachadas para expor dados de violência doméstica em SP

 

 

#mulherespodcasters -  Podcast Oxigênio

Notícia Citada: Tese de ex-UnB é considerada a mais importante para a biologia no mundo

 

Créditos:
Apresentação: Aline Hack e Louise Arruda
Pesquisa e Pauta: Nayara MachadoLigia Lila e Fabris Martins.
Edição: Marcondes Saraiva.

00:0000:00
April 16, 2018  

Nesse episódio procuramos trazer para nossos ouvintes um pouco da realidade das mulheres indígenas brasileiras, quais suas principais pautas. Ter hoje uma candidata indígena à vice-presidência significa muito para esse movimento social, especialmente para as mulheres.

Falar de mulheres indígenas é dizer que há feminismo indígena? Essa foi a nossa principal dúvida, e você pode aprender um pouco mais sobre essa realidade aqui também.

 

Nossas Convidadas:
Braulina Aurora Baniwa da aldeia Baniwa, situada na fronteira do Brasil com a Colômbia e Venezuela, àno Alto Rio Negro/Guainía, estudante de antropologia na Universidade de Brasília e presidenta da Associação de Estudantes Indígenas da UnB.
Valéria Paye da aldeia Kaxuyana, situada na região Tucumaque, no Pará, na fronteira entre Brasil e Suriname, Bacharel em sociologia pela Universidade de Brasília.

 

Caleidoscópio
· Artigo da Livia Gimenes
· Livro Mulheres Indígenas
· Video #MenosPreconceitoMaisÍndio
· Video Voz das Mulheres Indigenas

 

Saiba mais sobre o Olhares em: olharespodcast.com.br

 

00:0000:00
April 1, 2018  

Março foi um mês fértil para as pautas feministas. Por causa do Dia Internacional da Mulher, no dia 8, muito se falou e fez para visibilizar a situação da mulher em diferentes esferas nos quatro cantos do planeta e nós do Olhares também fizemos a nossa parte para trazer as notícias mais importantes.

Links citados no episódio

Levantamento da Unicef

Mulher e mercado de trabalho

 O estudo “Estatísticas de gênero: indicadores sociais das mulheres no Brasil" do IBGE

Criação do Comitê de Defesa da Mulher

Dossiê Lesbocídio

Índices sobre ações de violência doméstica

Sobre nossa justiça machista

Machista passando vergonha: Itau e Microsoft

Cai o número de abortos Esse também https://www.nexojornal.com.br/expresso/2018/03/28/Por-que-a-m%C3%A9dia-global-de-abortos-est%C3%A1-em-queda-segundo-este-relat%C3%B3rio

Decisão STF sobre nome social de transgêneros e transsexuais

Mulheres ensinando programação: Soraya Roberta dos Santos e Podcast Podprogramar

Oscar e o termo Inclusion Rider ESSE NÃO FALAMOS

Indicação #mulherespodcasters - As Mathildas

 

Crossovers campanha #opodcastédelas2018

Divagandocast

Podcast Ficções (3minutos) Aline e Louise

Mongecast

Conexão Feminista

Dragões de Garagem

Viracasacas

Empoderacast

MIDCast

Papo Editado

Teologia de Boteco

Apenã e

HQ Sem Roteiro

00:0000:00
March 20, 2018  

Juntamente com o Podcast Ponto G, nos sentimos responsáveis por transformar esse programa em realidade para quem busca saber a exatidão dos fatos. Neste episódio, falamos sobre Marielle Franco, mulher, negra, mãe, feminista e socióloga, parlamentar que tinha orgulho de dizer que era "cria da favela". Nascida no Complexo da Maré, Zona Norte do Rio de Janeiro, era referência na luta pelos direitos humanos. A mais recente conquista na área foi o mandato de vereadora na Câmara Municipal do Rio de Janeiro, eleita pelo PSOL com 46 mil votos.

Assassinada, supostamente por saber demais e desqualificada pela oposição, através de falsas notícias e os boatos disseminadores de ódio, este programa apresenta um olhar verdadeiro com informações verossímeis sobre a vereadora e suas atuações.

Participantes desse episódio: Aline Hack, advogada feminista e ativista pelo Olhares PodcastIra Croft, host e produtora do Ponto G; e Beatriz Santos, carioca, mestre em literatura comparada e co-host do Ponto G.

Agradecemos também  à CONTAG e ao Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos pelas informações fornecidas para a construção desse episódio.

 

Recomendamos a leitura do Dossiê Lesbocídio - Nós: dissidências feministas para conhecer outras ativistas LGBTQ+ assassinadas em razão da sua sexualidade

 

 

Créditos

Apresentação: Ira Croft, Beatriz Santos e Aline Hack

Pauta: Beatriz Santos, Tupá Guerra, Fabris Martins, Ligia Lila e Aline Hack

Edição: Kyuu

00:0000:00

- Older Posts »